top of page

Catalunha impressiona visitantes com ações de sustentabilidade



Grupo da viagem Prêmio Braztoa de Sustentabilidade (2022-2023)

A CEO da SPRINT Dados, Rayane Ruas, acompanhou a comitiva dos ganhadores do Prêmio Braztoa de Sustentabilidade (edição 2022-2023) em uma viagem à região da Catalunha, na Espanha. Foram cinco dias de imersão a conhecer, in loco, práticas de desenvolvimento do turismo sustentável.


A viagem iniciou na cidade espanhola de Barcelona, onde o grupo conheceu as ações de sustentabilidade dos hotéis Majestic Hotel & Spa Barcelona e do Mandarim Oriental. Também conheceram o El Nacional, no passado foi um estacionamento subterrâneo e remodelado em um espaço gastronômico moderno, dispondo seis restaurantes expoentes da gastronomia espanhola para os turistas se deliciarem.



Grupo com os gestores do Espaço Gastrônomico El Nacional

Espaço Gastrônomico El Nacional

O luxuoso hotel Majestic, 5 estrelas localizado em Barcelona.

Restaurante premiado com estrela "Michelin", no Hotel Mandarim Oriental.

Outra experiência hoteleira vivenciada pelo grupo foi conhecer o Mas SalagrosEcoResort, o primeiro resort ecológico da Espanha. O local encanta por ser decorado com materiais naturais e ecológicos, assim como os produtos de higiene pessoal dispostos aos clientes. Na gastronomia, os produtos utilizados são orgânicos, produzidos por agricultores locais.



Visita técnica no Mas SalagrosEcoResort

Já imaginou um campo de golfe sustentável? No Camiral Golf & Wellness há um corredor ecológico para a biodiversidade e reprodução de animais. Considerado o resort mais luxuoso da Costa Brava, o lugar possui 300 ha (hectares) de densas florestas, sendo um exemplo de respeito ao meio ambiente. Está localizado a apenas uma hora de Barcelona e 10 minutos da cidade histórica de Girona.



Rayane Ruas no Camiral Golf & Wellness

Em Girona, o grupo do Prêmio Braztoa de Sustentabilidade fez o city tour e ficou impressionado com a história do lugar, que soma mais de 2 mil anos, e constituída por muralhas medievais, ponte antigas, ruas estreitas e sinuosas. Depois seguiram viagem pela Costa Brava com paisagens exuberantes, trilhas margeando o mar e uma vista deslumbrante do mar mediterrâneo.


A valorização e o consumo de produtos da região estiveram presentes ao longo das visitas, demonstrando a importância de desenvolver negócios locais, prezando pela cultura e a economia regional. O almoço servido na loja Abricoc foi uma demonstração de consumo dos produtos locais, como vinhos, queijos, embutidos e outros. Em seguida, a ida até a Oficina de Barro e Cerâmica deu oportunidade aos visitantes de aprenderem como manusear a cerâmica e, ao término da explanação, a chance de cada um confeccionar sua própria peça.



Degustação de produtos locais na loja Abricoc


O grupo teve a experiência de confeccionar a própria cerâmica.

Outro exemplo de sustentabilidade foi o reaproveitamento de uma mina desativada, localizada no sopé de um vulcão inativo, criando um atrativo turístico no Parque Natural da Zona Vulcânica de Garrocha. Lá é possível caminhar pelo interior da mina, entender a história, fazer trilha e conhecer os parques da área. Ao término do passeio, o grupo teve a oportunidade de experimentar a comida vulcânica, servido em um dos restaurantes típicos daquela região.



Grupo no Parque Natural da Zona Vulcânica de Garrocha.

Em Tarragona, na Costa Daurada (Costa Dourada), cidade banhada pelo mar mediterrâneo, chamou atenção do grupo a arquitetura romana no meio da cidade, onde há ruínas romanescas em diversos pontos das ruas, além de torres, pirâmides, estátuas. Ainda, na Costa Daurada foi possível conhecer a concepção do sistema de indicadores, criado para uma gestão sustentável das praias.



Grupo na Calella de Palafrugell.

Turismo e sustentabilidade estão latentes no Parque Aventura, principalmente na questão energética. O parque é mantido por energia limpa, produzida por placas solares, correspondendo a 30% da energia consumida. Para se ter uma noção do consumo energético, esse complexo possui 6 hotéis e 3 parques temáticos, o que corresponde praticamente a uma cidade maior que a do principado de Mônaco. Um desses parques, o Port Aventura, é considerado o terceiro maior parque temático da Europa. Além da energia, há também a captação de água e outros exemplos de sustentabilidade no complexo.



0 Port Aventura faz captação de água e utiliza energia solar produzida no parque.

Na sustentabilidade de produtos, o exemplo do Cavas Freixanet deixou o grupo do Prêmio Braztoa de Sustentabilidade maravilhado, já que não cultivam nenhuma uva, mas é o maior produtor mundial de cavas, que são um tipo de vinho espumante; exportam para 150 países e vendem ao ano 109 milhões de garrafas. Todas as uvas utilizadas na produção dos vinhos espumantes são oriundas de vinicultores locais, aliás, toda a cadeia de produção e distribuição do vinho é feita de modo sustentável.



Grupo na Cavas Freixanet.

Eis aqui alguns exemplos dessa viagem inesquecível à Catalunha (Espanha), vendo-se claramente a importância de o turismo e a sustentabilidade estarem juntos para o sucesso de um destino.


Por Ascom, SPRINT Dados

3 visualizações0 comentário
bottom of page