top of page

ESG: Indicador de Sustentabilidade no turismo



Floresta Nacional do Amapá

Neste artigo, convidamos você a explorar os indicadores de ESG e descobrir as métricas que mensuram o impacto das práticas empresariais nos três domínios fundamentais.


Descubra como esses indicadores não apenas evidenciam o comprometimento das empresas com o bem-estar ambiental e social, mas também se tornam critérios essenciais para atrair investidores e clientes que valorizam a transparência e a responsabilidade.


Portanto, se você quer compreender o papel dos indicadores de ESG no cenário corporativo atual, continue lendo.

 

Os indicadores de ESG - do inglês Environmental, Social and Corporate Governance (Ambiental, Social e Governança) – são métricas cruciais para avaliar o impacto das práticas empresariais nos três pilares que compõem essa sigla, refletindo o compromisso das empresas com práticas conscientes.


Essencialmente, o conceito visa conscientizar e motivar empresas a reduzirem impactos ambientais e sociais, promovendo transparência em suas atividades. Diante de crescente atenção de clientes e investidores, o uso desses indicadores torna-se uma maneira muito eficaz, ao demonstrar o compromisso da marca em gerar impactos positivos no mundo.


No entanto, a responsabilidade se estende além da empresa, envolve também todos os agentes (stakeholders) – por exemplo, os fornecedores –, que devem aderir aos mesmos princípios.


Os indicadores de ESG, também conhecidos como Métricas ESG, são ferramentas essenciais para avaliar os resultados das ações de uma empresa nos pilares ambiental, social e de governança. Ao estabelecer critérios e práticas empresariais, o ESG incentiva operações conscientes, minimizando impactos ambientais negativos e promovendo transparência.


Esses indicadores são vitais para os gestores apresentarem aos clientes, investidores e demais stakeholders resultados positivos nas práticas socioambientais e de governança. Ao comprovar a saúde do negócio em diversos aspectos e seu compromisso social e ambiental, as métricas ESG fortalecem a credibilidade da marca.


No contexto brasileiro, o movimento em direção aos indicadores ESG já impacta as empresas, em razão de as instituições financeiras estarem anunciando que só apoiarão empresas comprometidas com a preservação da Amazônia.

 

Quais são os três indicadores de ESG?


1.  Ambiental (Environmental). Avalia o impacto das atividades da empresa no meio ambiente e em seus habitantes, medindo a responsabilidade ambiental.

2.  Social (Social). Envolve direitos humanos, segurança do trabalho, preocupação com clientes e comunidades. Abrange questões sociais fundamentais.

3.  Governança empresarial (Corporate governance). Foca na política empresarial, aferindo transparência, conformidade (compliance) e responsabilidade fiscal.

 

Diversos índices de ESG são relevantes ao cenário brasileiro, como o ICO2, ISE B3, IGC-T e S&P/B3 Brasil ESG. Tais índices destacam as empresas comprometidas com práticas sustentáveis e responsabilidade socioambiental.

 

Finalmente, surge a provocação: não é hora de repensar o turismo como sendo um compromisso com a preservação ambiental e inclusão social? Ao considerarem suas decisões hoje, indivíduos e empresas têm o poder de construir um amanhã mais sustentável e enriquecedor para todos.


Após esta leitura, convidamos você a refletir sobre como suas escolhas diárias podem moldar um futuro mais sustentável e inclusivo.


Por Ascom, SPRINT Dados

2 visualizações0 comentário
bottom of page