top of page

Descobrindo o turismo criativo em viagens autênticas e significativas




O turismo criativo é uma abordagem que busca criar experiências turísticas enriquecedoras, onde os viajantes não são apenas espectadores, mas participantes ativos. Em vez de apenas visitar pontos turísticos e tirar fotos, os turistas criativos se envolvem em atividades que os conectam com a cultura e a comunidade local de maneira profunda. Isso pode incluir oficinas de artesanato, aulas de culinária, interações com artistas locais, projetos de voluntariado e muito mais.


O conceito de turismo criativo começou a ganhar destaque nos anos 2000, à medida que os viajantes passaram a demonstrar um interesse crescente em interações mais profundas com as comunidades locais. Ao invés de apenas observar passivamente, os turistas começaram a buscar oportunidades de participar, aprender e contribuir. Esse desejo de envolvimento ativo resultou na criação de experiências mais autênticas e significativas.


A UNESCO também desempenhou um papel crucial ao criar a Rede de Cidades Criativas em 2004, incentivando a colaboração entre destinos, com enfoque cultural e criativo. Essa iniciativa promove a diversidade cultural e estabelece objetivos como a exposição global dos bens culturais das cidades, a integração da criatividade no desenvolvimento econômico, a troca de conhecimento por meio de clusters (agrupamentos) culturais e a promoção da inovação por meio do compartilhamento de expertise criativa. A rede abrange temas como folclore, design, música, gastronomia e arte ligada às novas tecnologias.


Além de enriquecer a experiência do turista, o turismo criativo também desempenha um papel vital na valorização da cultura local. Ao participar de atividades que refletem os costumes e tradições da comunidade, os viajantes desenvolvem um sentimento de pertencimento e respeito pela cultura anfitriã. Isso não apenas contribui para a preservação do patrimônio cultural, mas também estimula a criação de um novo patrimônio, resultante das colaborações e intercâmbios entre os visitantes e os moradores locais.


Todo esse envolvimento do turista com a cultura local também tem impactos econômicos significativos. Ao oferecer experiências exclusivas e personalizadas, as comunidades locais podem diversificar suas fontes de renda e criar alternativas econômicas ligadas à atividade turística. Os participantes dessas experiências são incentivados a compreender a importância da preservação cultural, o que pode levar a um maior apoio à conservação de patrimônios históricos e culturais.


Confira outros benefícios do turismo criativo:


Experiências autênticas.

O turismo criativo proporciona aos viajantes a oportunidade de vivenciar o destino como sendo um morador local, mergulhando nas tradições e no modo de vida da comunidade.


Conexões culturais.

Participar de atividades criativas permite que os turistas se conectem com os moradores locais, compartilhando histórias e conhecimentos, criando laços significativos.


Criação de memórias duradouras.

Participar ativamente de atividades criativas resulta em memórias únicas e inesquecíveis, muito mais significativas do que simplesmente visitar atrações turísticas.


Estímulo à economia local.

O turismo criativo apoia a economia local, uma vez que os viajantes frequentemente compram produtos artesanais, participam de aulas e contribuem para a sustentabilidade da comunidade.


Preservação cultural.

Ao participar de atividades relacionadas à cultura local, os turistas criativos incentivam a preservação de tradições, artesanato e práticas culturais.


Recife, um exemplo brasileiro na música de turismo criativo


No Brasil, há 12 cidades que integram atualmente a Rede de Cidades Criativas da Unesco: Belém, Belo Horizonte, Brasília, Campina Grande, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, João Pessoa, Paraty, Recife, Salvador e Santos, sendo que ao todo, no mundo, são 246 cidades que colocam a cultura e a criatividade no centro dos seus planos de desenvolvimento sustentável.


Recife (PE) se destaca como uma cidade criativa na categoria “Música”. O plano de turismo criativo da cidade explora a essência cultural das comunidades e bairros, revelando a verdadeira identidade da cidade e seu potencial criativo. A cidade se destaca como uma referência de turismo autêntico, conectada à história e à vida das pessoas que ali vivem.


Confira algumas atividades que podem ser realizadas no âmbito do turismo criativo:


Oficinas de arte e artesanato.

Os viajantes podem aprender técnicas tradicionais de artesanato, como cerâmica, tecelagem, pintura ou escultura, com artistas locais.


Turismo culinário.

Aulas de culinária que ensinam pratos típicos da região, permitindo que os turistas experimentem e aprendam sobre a cultura local por intermédio da gastronomia.


Residências de artistas.

Alguns destinos oferecem programas de residência artística, onde os artistas podem se inspirar e criar, em um ambiente culturalmente rico.


Roteiros temáticos.

Passeios temáticos que exploram aspectos culturais, históricos ou artísticos do destino, com a oportunidade de interagir com especialistas locais.


O turismo criativo não apenas transforma a experiência do viajante, mas também tem um impacto positivo nas comunidades locais e no destino como um todo. Ao fomentar a preservação cultural, o desenvolvimento sustentável e o intercâmbio cultural, essa abordagem contribui para um turismo mais responsável e enriquecedor.


O turismo criativo une profissionais de diversos campos criativos (tais como artistas, produtores culturais, artesãos e chefes de cozinha) ao setor turístico, oferecendo uma nova fonte de renda. Além do impacto econômico, ele promove a valorização da cultura local, fortalece a identidade territorial e pode manter talentos jovens em suas comunidades de origem, contribuindo para a diversificação econômica e a preservação de tradições.


Assim sendo, o turismo criativo emerge como uma maneira revolucionária de viajar, promovendo a interação genuína com culturas locais e criando experiências que transcendem o turismo tradicional. Ao adotar uma abordagem mais ativa e envolvente, os viajantes têm a oportunidade de não apenas explorar o mundo, mas também de se conectar com ele de maneira profunda e significativa. À medida que mais pessoas buscam experiências autênticas e enriquecedoras, o turismo criativo se firma como uma tendência promissora e inspiradora no setor de viagens.


Por Ascom, Sprint Dados

21 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page